2612

Prefeitura Municipal de Itajuípe

Pular para o conteúdo

Visão Geral

Visão Geral

Bandeira
Brasão Brasão do Município
  • Aniversário: 12 de dezembro
  • Fundação: 12 de dezembro de 1952
  • Padroeiro (a):Sagrado Coração de Jesus
  • Gentílio:Itajuipense
  • Cep: 45630-000
  • População: 0 (estimativa)
  • Prefeito (a):Roney Adriel Barbosa Santos (PODE)
    2019 - 2020

Cultura


Atualizando...

Geografia


A principal rodovia de acesso para o município de Itajuípe é a BR 101. Não é litorâneo, sendo banhado pelo Rio Almada.

Bioma: Mata Atlântica
Área da unidade territorial [2018]: 270,752 km²
Densidade demográfica [2010]: 74,10 hab/km²
Esgotamento sanitário adequado [2010]: 58,9 %
Arborização de vias públicas [2010]: 18 %
Urbanização de vias públicas [2010]: 42,9 %

FONTE: IBGE.
Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/ba/itajuipe/panorama


População


População estimada [2018]: 20.587 pessoas
População no último censo [2010]: 21.081 pessoas
Densidade demográfica [2010]: 74,10 hab/km²

FONTE: IBGE.
Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/ba/itajuipe/panorama

Clima


O clima é tropical. Existe uma pluviosidade significativa ao longo do ano em Itajuípe. Mesmo o mês mais seco ainda assim tem muita pluviosidade.

FONTE: CLIMATE.
Disponível em: https://pt.climate-data.org/america-do-sul/brasil/bahia/itajuipe-43341/

História

Quando em 1892 chegaram aqui em Itajuípe, os primeiros exploradores entre eles Antonio José de Oliveira (1892), Pedro Portela (1894) e os irmãos Joaquim e Miguel Pinheiro (1905) e ainda no mesmo período também chegaram João Ferreira, Felix Lira, Manuel Biano, Antonio Ciríaco, Firmo Nascimento, Henrique Berbert e João Lourenço da Rocha, o antigo Pirangi já demonstrava a sua vocação para o progresso tendo como carro chefe a lavoura cacaueira e a unidade entre os seus lideres em promover o desenvolvimento do município.
No ano de 1931 quando em visita à região cacaueira, o crítico Agripino Grieco escreveu que: "era grande a população flutuante de forasteiro e negociantes turcos, sírios e libaneses, ocasionando a instalação de uma Coletoria Federal, como consequência do movimento comercial, bem como outras melhorias, chegando o distrito a ser considerado o centro monetário da região cacaueira da Bahia".
Após a emancipação político-administrativa ocorrida em 12 de dezembro de 1952 quando o município, já denominado Itajuípe (Decreto-lei Estadual n.º 141, de 31-12-1943),que significa rio de pedras, foi desmembrado do município de Ilhéus, no ano de 1955, foi instalado o primeiro período legislativo da Câmara Municipal (1955/1958), composta pelos edis Aristarcho Guilherme Weyll, Nelson Belo dos Santos, Manoel Agostinho de Santana, Francolino Gonçalves de Queiroz Neto, Domingos Chaves, João Deway Guimarães, Álvaro Farias Machado e José Paulino de Freitas, ficando a primeira Mesa Diretora assim constituída: Manoel Agostinho de Santana - presidente; Álvaro Farias Machado - vice-presidente e Aristarcho Guilherme Weyll e João Deway Guimarães - primeiro e segundo secretário respectivamente. O Poder Executivo foi exercido pelo prefeito eleito para o mesmo período, Firmo Bernardino dos Santos.
Berço do escritor Adonias Filho, por aqui também passou na infância Jorge Amado, Marcos Santarita e muito outros, cujas obras literárias contam a história do antigo Pirangi hoje Itajuípe.
Nestes 62 anos, a Câmara Municipal vem participando ativamente em conjunto com a comunidade para o desenvolvimento político e administrativo de Itajuípe.

FONTE: VICENTE PIRES E CLÁUDIO DA LUZ (Historiadores).


Turismo


Atualizando...

Letra do Hino

HINO DE ITAJUÍPE
Letra: Vicente Pires

Nas Matas Virgens do Sequeiro Nasceu
O povoado Pirangi cresceu
Com muita luta Itajuípe fez história
Ilustres Filhos lhe cobriram de
honra e glória
Com muita luta Itajuípe fez história
Ilustres Filhos lhe cobriram de
honra e glória

Do passado muitas lutas fez lembrar
Homens briosos pela posse a batalhar
Suor e Sangue nossa terra
foi molhada
Até tornar-se Itajuípe Terra Amada
Suor e Sangue nossa terra
foi molhada
Até tornar-se Itajuípe Terra Amada

O presente nos convida a meditar
Pedir a Deus para a nossa
terra melhorar
Itajuípe bem pujante hei de ver
Com muito orgulho o seu filho
quero ser
Itajuípe bem pujante hei de ver
Com muito orgulho o seu filho
quero ser

O futuro só depende de seu povo
Seguir o exemplo dos
nobres desbravadores
Que do cacau fez o progresso
aqui chegar
No sul do estado uma estrela
fez brilhar.

Áudio do Hino